Revista Juventude Revolucionária - edição nº. 16

Revista Juventude Revolucionária - edição nº. 16

Preço
R$ 7,00

Compartilhe:
Revista Juventude Revolucionária
Especial: Os estudantes e a ditadura
Acompanhe na edição de fevereiro um especial sobre as prisões e a perseguição política ao movimento estudantil

Já está disponível a edição 16 da revista Juventude Revolucionária, um órgão de imprensa da Aliança da Juventude Revolucionária, AJR, a juventude do PCO. A publicação é a única da esquerda especializada nos problemas da juventude e nas lutas do movimento estudantil nacional.

O número 16 de Juventude Revolucionária traz como tema principal a luta dos estudantes da USP e da Unifesp contra a onda de repressão que já provocou a prisão de mais de cem estudantes nestas duas universidades e mais de 200 processos administrativos e criminais contra militantes do movimento.

Neste especial também tem um balanço de um ano de luta na USP com a repressão da PM no dia 27 de outubro e a desocupação da reitoria em oito de novembro.

A entrevista desta edição foi feita com quatro estudantes que foram presos nas mobilizações na USP e Unifesp.

Na seção teoria há um texto do revolucionário russo, Leon Trotski, “A Vodka , a Igreja e o Cinema”  que faz parte do livro “Questões do modo de vida – A época do ‘militarismo cultural’ e as suas tarefas,” publicado em 1923.

Esta edição ainda traz um especial a propósito dos 45 anos do assassinato do revolucionário cubano Che Guevara. O especial trata da militância de Che Guevara e faz uma análise da Revolução Cubana.

Os Sex Pistols e o nascimento do punk inglês é analisado na matéria de cultura desta edição que fala desde o surgimento do movimento nos Estados Unidos até o seu desenvolvimento na Inglaterra juntamente com a análise da crise capitalista dos anos 1970 e 1980.

A revista procura ser um órgão de unificação do movimento estudantil em todo o País. Sem uma imprensa forte e unificada, as lutas dos estudantes perdem sua força política. A imprensa dá um caráter geral para as lutas políticas enfrentadas pelos estudantes nas principais universidades e escolas do Brasil. Além disso, só a imprensa centralizada pode organizar os estudantes combativos para travar a luta política contra a ditadura enfrentada nas escolas e universidades, contra a burocracia universitária que impõe essa ditadura na universidade e contra os governos, que colocam em prática uma política de destruição da educação, a serviço dos grandes capitalistas.

Para adquirir o número 16 e os próximos números procure um militante da AJR ou do Partido da Causa Operária e contribua com uma imprensa independente para o movimento estudantil. Você também pode assinar a Revista Juventude Revolucionária, entre em contato pelo e-mail, ajr@pco.org.br ou pelo telefone (11) 7823-4181.